Marcar 1ª Consulta

A sinusite pode se desenvolver como resultado da inflamação da membrana sinusal, em consequência de doenças infecciosas, como resfriados, gripes, pneumonias, sarampo, entre outras. A inflamação sinusal também pode ocorrer pela propagação de um foco infeccioso de origem dentaria.

Outro fator que pode contribuir para o desenvolvimento das sinusites, principalmente as de caráter crônico, é a consequência de uma lesão periapical instalada em algum dente, geralmente com processo infeccioso, que pode promover a ocorrência de fístulas, definidas como a comunicação entre a cavidade bucal e o seio maxilar.

A sinusite dentaria abrange aproximadamente 12% dos casos de sinusite maxilar. A origem dentaria da sinusite deve ser considerada em pacientes com história de infecção dentaria, cirurgia dentoalveolar ou periodontal. Cerca de um décimo de todas as sinusites corresponde a sinusite maxilar, devido à relação de proximidade que o seio maxilar possui com os dentes superiores, e pelo fato de ser mais suscetível à invasão de microrganismos patogênicos.
Diagnosticar a doença sinusal de origem dentaria exige uma avaliação clínica e radiográfica, dando atenção à história do paciente e a sintomatologias, que incluem dor de cabeça, sensibilidade maxilar e congestão nasal.

Especialidade (para escolher varias prima ctrl)

Data preferencial para a consulta (ex. terça-feira dia 3 de outubro..")

Periodo preferencial para a consulta

Mensagem ou dados adicionais